"[...] a infância não é apenas, ou sobretudo, uma etapa da vida, algo que transcorre num tempo cronológico e, sucedendo, supera-se. Ela habita sem ser percebida, toda palavra como sua condição, como um sombra, como um resto, como uma diferença não percebida. [...] Assim, a infância se torna não apenas fase para adquirir a palavra; mas sobretudo, estado latente que habita toda palavra pronunciada: a de uma criança, mas também a de um adulto e de um ancião, a de qualquer ser humano. [...] A infância passa como etapa, mas ela sobrevive como infantia." (Kohan, 2010)

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Retomando... Sempre é tempo!

Alimentar um blog não é tarefa fácil. Realmente passei por um longo tempo focada em outras coisas. Sendo consumida pelas leituras e escritas do mestrado, vivenciando outros desafios da escola pública brasileira atuando na coordenação e direção, descobrindo outros nortes na minha vida pessoal que mudou tanto nos últimos dois anos...

O fato é que, de volta à sala de aula, em uma oportunidade ÚNICA de trabalhar em uma escola de educação infantil cuja filosofia é exatamente aquilo que tanto estudei, me encanta e me fascina! Tenho a plena certeza de que será um ano de muito aprendizado.

Retomo este blog para compartilhar as experiências vividas aqui do outro lado do mundo, na intenção de:

-Inspirar as escolas brasileiras;
-Trocar ideias - com quem é apaixonado por Reggio, com quem já vivênciou em alguma instância ou simplesmente tem curiosidade;
Discutir sobre o que cabe e o que não cabe em cada contexto (Reggio Emília em sua raiz - a cidade italiana que contruiu a filosofia de ensino para suas crianças pequenas do pós guerra -  será diferente se tiver os conceitos básicos aplicados no Brasil ou na China, em escola pública ou privada, e assim por diante. Não é um método de ensino, é uma filosofia de educação, e temos que adaptá-la ao contexto em que vivemos extraindo a sua essência (dar voz e vez às crianças) sem esquecer das particularidades que nos cercam em cada situação.

Nenhum comentário: